terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Oriente-se com a gastronomia e o cinema asiático.

Nossas próximas indicações são produções asiáticas ficcionais e um documentário, algumas delas estiveram presentes nas últimas edições do Tokyo Gohan Film Festival (Tóquio, Japão), no Culinary Zinema: Film and gastronomy (San Sebastian, Espanha) e no Berlinale Culinary Cinema (Berlim, Alemanha).

Vale lembrar que a categoria food films tem muitas produções realizadas no Japão, China, Coréia do Sul e Taiwan, sociedades que valorizam suas tradições culinárias, que culturalmente as representa e as difere umas das outras. O que quis dizer com isso é que aqui no ocidente tendemos a dizer que tudo é comida chinesa ou japonesa, quando na verdade há diferenças significativas nos hábitos e maneiras de preparar os pratos, bem como, todo o ritual praticado nas tradições típicas de cada localidade.

Hoje trazemos um filme de Taiwan e dois filmes japoneses, mas, se derem uma olhada em outras postagens do blog encontrarão muitos outros filmes produzidos no continente asiático, alguns deles muito divertidos. Aliás, o humor oriental muito peculiar de alguns filmes é algo a se destacar mesmo quando se trata de um drama.

22/01/15 - Em "Penguin Fūfu" de Katsutoshi Hirabayashi (Japão, 2012) o casal da trama, uma japonesa e um chinês casados há cinco anos, depois de alguns anos trabalhando juntos, ela jornalista e ele cameraman, perdem o emprego  e resolvem ir para Ilha de Ishigaki em Okinawa no Japão, ocasião em que o marido resolve naturalizar-se japonês sem saber tudo que terão que passar para provar que são de fato um casal. Além disso resolvem abrir um negócio com base na produção de Rāyu um tipo de óleo de pimenta vermelha, que se popularizou na ilha a partir de 2009, mas com origens na China. Entre idas ao escritório de imigração e o preparo da iguaria eles passam momentos tensos e divertidos, mas nada que abale a união do casal. (categoria: pipoca)


22/01/15 - Agora é a vez de "Taipei Café Story" de Ya-chuan Hsiao (Taiwan, 2010) Taipei é a capital de Taiwan e é lá que o filme se passa, local onde as irmãs Chuo En-duo e Chuo En-chiang sonham em abrir um Café com estilo ocidental. O Doris 'café, apesar do primeiro dia animado, onde todos os amigos e ex-colegas de trabalho compareceram, acaba tendo poucos clientes nos dias que se seguem. Com o local cheio de presentes inúteis, coisas antigas que cada amigo trouxe na abertura do Café como presente para as irmãs, o negócio não vai tão bem como elas imaginavam, daí a ideia de transformar o Café num local de trocas. Momento de conflito entre as duas, já que uma quer ganhar dinheiro e a outra vive de sonhos. Depois de um tempo não é apenas os objetos que são oferecidos, mas também histórias, incluindo aquelas contadas por Chou Chun-ching, que ao recolher cada objeto descobre uma história nova. O filme traz à tona uma discussão importante, o valor intrínseco das coisas em contraposição a uma sociedade consumista como a moderna Taipei em Taiwain. (categoria: pipoca)


22/01/15 – O documentário "Tale of a Butcher Shop" de Aya Hanabusa (Japão, 2013), traz a história do fechamento de um açougue em Kaizuka, cidade da província de Osaka no Japão, onde os Kitade, uma família tradicional trabalha com a criação e abate de gado para vender a carne em sua loja. Na sétima geração de um negócio de família, os Kitade, descendentes do povo Buraku, uma minoria social de um sistema de castas abolido no século 19, mas que ainda sofre discriminação, são forçados a tomar a difícil decisão: a de encerrar seu matadouro. A questão colocada pelo filme é: se... ao fazer isso também resultará na desconstrução dos preconceitos que lhes são impostos. Mais que documentar principalmente o processo desse trabalho com detalhes meticulosos, Aya Hanabusa também aborda a participação dos Kitade no movimento de libertação Buraku. Com sincera visão e a partir da história de um negócio de família à moda antiga, o diretor mostra a tentativa de sobrevivência de pequenos produtores que têm que competir com os supermercados e grandes corporações, além de fazer uma crítica sutil e sofisticada sobre a exclusão social e à persistência de antigos preconceitos no país. (categoria: abacaxi)


***

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Recebemos seu comentário logo ele será publicado. Obrigada pela visita!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...