segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

E por falar em dieta funcional.

Hoje estamos, meu marido e eu, no 6º dia de dieta funcional, cada um por motivos distintos e por tanto com restrições e inclusões diferentes. Ele para reduzir a glicemia e eu por conta da lactose e açúcares que me causam um desconforto danado e alguns episódios que prefiro esquecer.

A essa altura o corpo já começa a dar sinais de irritação, especialmente pela ausência do açúcar, há quase uma semana só ingerindo frutose (açúcar das frutas permitidas na minha dieta) e adoçante sem aspartame, me sinto com pouca energia e mal humorada.

Achei por bem comentar aqui no blog o que tenho feito para obter êxito nessa empreitada nada fácil e quem sabe encorajar mais gente a não deixar as dietas para o Ano Novo ou para as segundas-feiras. A ideia é que com o passar do tempo, daqui a alguns meses a dieta mude e alguns alimentos possam ser incorporados novamente ao meu dia a dia, sem extravagâncias, garantindo assim saúde e prazer na hora de comer.

Meu café da manhã foi: um copo de suco de laranja, uma xícara de café preto com adoçante e duas fatias de pão integral sem açúcar com creme vegetal Becel. Passadas algumas horas comi dois damascos e uma banana Caturra ou Nanica.

Hoje fiz um almoço bem saboroso, apesar de ser daquelas que pede queijo para acompanhar qualquer tipo de macarrão (coisa de infância que trago comigo e que é bem retratada pelo ditado popular “macarronada sem queijo é como namoro sem beijo”) tenho que fazer um esforço e por hora os queijos não terão lugar nas minhas compras, pois o leite e todos os seus derivados foram banidos 100% nesse primeiro momento.

(Espaguete integral com alho e brócolis e filé de frango com alegrim e flocos de aveia - Foto: Meg Mamede)

Para o almoço preparei um espaguete integral Barilla cozido “Al dente” só em água, refoguei quatro dentes de alho, cortados em pétalas, em azeite quente, depois acrescentei brócolis cozido no vapor picado, um pouco de sal moído na hora e o macarrão, coloquei um pouco mais de azeite e sal e mexi. Enquanto isso, peguei um filé de peito de frango com um corte não muito fino acrescentei um pouco de sal e alecrim, passei pelos flocos de aveia e numa frigideira bem quente com uma gota de azeite preparei o filé de maneira que ele não ficasse nem ressecado e nem cru. Esse foi meu almoço, acompanhado de água e de sobremesa uma fatia de melão Gália.

O meu lanche da tarde foi uma xícara de café preto com adoçante e três cookies – Cookie Integral Diet Vitao Cítrico -, mas... não foi suficiente, pois hoje minha vontade de comer algo realmente doce, um chocolate, um bolo ou algo assim estava me deixando louca, então saí à caça de algo que pudesse de alguma maneira saciar minha vontade, mesmo que temporariamente. Encontrei o Cocoan'Carob Zero Soja – Sem Lactose, Sem Açúcar, Sem Glúten – (um chocolate com teor reduzido de cafeína e teobromina com os benefícios nutricionais da alfarroba) e sem pestanejar comi a metade da barrinha ainda na loja de produtos.

Gente, para cada um de nós a dieta atende uma ou mais necessidades específicas que com certeza serão distintas, portando o que é bom para mim pode não ser indicado para outra pessoa, por isso, para se fazer qualquer tipo de dieta devemos sempre procurar um especialista da área da saúde, tais como: nutricionistas, um médico gastro ou endocrinologista para que nos orientem e acompanhem ao longo desse processo. 

A minha intenção no blog é dar mais informações sobre receitas e produtos que venho testando (sem a intenção de fazer propaganda deste ou daquele produto) isso não quer dizer que eles sejam bons ou não, tudo é uma questão de gosto, custo-benefício e resultado.


Alguns produtos e marcas, contém links para informação externa, especialmente os produtos testados e comentados pelo site Fechando o Zíper: faça escolhas mais saudáveis, site que eu recomendo!


***

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Recebemos seu comentário logo ele será publicado. Obrigada pela visita!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...