quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Cinema que aguça os sentidos.

Que a comida é um elemento que promove a sociabilidade todos sabemos. Que os alimentos com seus aromas e sabores estimulam nossos sentidos, bem... isso nos demos conta no primeiro dia de vida em contato com o leite materno o umami da vida, que junto dos outros sabores (gostos): doce, azedo, amargo e salgado compõe o universo do nosso paladar. 

Mas nossos sentidos vão além do paladar, temos o olfato, o tato, a audição e a visão, este útimo o grande responsável pela paixão que alguns têm pelo cinema e por um prato bem apresentado. Comemos com olhos a comida, o mundo e tudo que nos dê prazer.

Desde o ínicio em nossa fanpage no facebook postamos pequenas notas de filmes que têm a comida e nossa relação com ela como tema ou que tenham alguma relevância para o roteiro e argumentação. Todos esses filmes têm engrossado a lista dos "Filmes que são uma delícia" aqui do blog, mas resolvi postar de vez em quando essas notas por aqui também, especialmente porque essa seleção é composta de filmes que geralmente não chegam às salas comerciais do país, tão pouco são distribuídos, nossa opção são locadoras especializadas, filmes em canais por assinatura ou a internet. Alguns deles rodam o mundo de festival em festival e de vez em quando dão as cara aqui através de eventos como a Mostra Internacional de Cinema de São Paulo ou através das edições do Slow Filme - Festival Internacional de Cinema e Alimentação que acontece em Pirenópolis-GO.

Se você gosta de Cinema e Gastronomia vai gostar dessas dicas:


21/07/14 - Agora há pouco passando pela rua Saldanha Marinho no Centro de Curitiba, passei em frente ao boteco que serviu de locação para o premiado filme "Estomago" de Marcos Jorge (2007), "uma" das locações aqui na cidade. Me lembrei então da abordagem do filme: a relação entre comida e poder ou melhor sobre o poder conferido àquele que conhece a alquimia da cozinha. O roteiro foi inspirado no conto Presos pelo Estômago, do livro "Pólvora, Gorgonzola e Alecrim", de Lusa Silvestre. Lendo alguns comentários sobre o livro, achei-o bastante interessante para quem gosta do tema cozinha e suas variações. Nele a autora explora ingredientes como amor, traição, suspense e gastronomia. Fica a dica de mais um livro para ser apreciado, aliás para a literatura não cabe o alerta "aprecie com moderação", então... entregue-se ao sabor da leitura.

27/07/14 Dica para o domingo de frio: "Os sabores do palácio" de Christian Vincent (2012). Quer assistir na íntegra? Acesse o nosso blog e clique no link que você encontra em "Filmes que são uma delícia", filme legendado em português e alta resolução. O filme conta a história de Danièle Deupelch que foi cozinheira de François Mitterrand por algum tempo no Champs Elysées, mostra a rica e glamourosa cozinha francesa, o ambiente machista no qual a cozinheira foi inserida e teve que enfrentar, alternando com cenas do período, posterior, em que ela passa como cozinheira numa base francesa na Antártida. Vale a pena!



27/07/14 - Acabo de ver o filme sul coreano "Shikgaek" de Jeon Yun-su (2007) que em espanhol ganhou o título de "El gran chef". Apesar de estar classificado como comédia o filme é muito tocante, eu diria trata-ser de um drama. Uma passagem importante da história da Coréia é resgatada no filme através da culinária do país. Se você ficou interessado acesse o blog Cozinha da Meg Mamede e clique no link em Filmes que são uma delícia. O filme tem legendas em espanhol e alta resolução. 


29/07/14 - O Filme coreano "Antique Bakery" de Min Gyu Dong (2008) , é baseado no manga de Fumi Yoshinaga, que também tem uma versão em drama japonês chamada Antique Cake Store. Acesse Filmes que são uma delícia no nosso blog e clique no link do filme para assistir na íntegra com legendas em português e alta resolução.


29/07/14 - Pior que um título mal escolhido para um filme, só ingredientes mal escolhidos para o preparo de um prato, ah! e o senso comum e a dificuldade que alguns têm de enxergar o que está além das lentes de uma câmera. Há pessoas que vêm um filme e não entendem a argumentação, as metáforas e o que está nas entrelinhas... acabo de assistir online o filme que em português recebeu o nome de Compulsão Assassina, essa última palavra, ao meu ver, não deveria estar no título porque induz a um erro de avaliação por parte daqueles que buscam diversão pela diversão e aí justifico o início da minha fala, depois de ver o filme no youtube corri o cursor pelos comentários e confesso que me deu vontade de rir lendo tanta besteira. O original produzido no Canadá intitula-se “Compulsion” de Egidio Coccimiglio (2013), entenda-se aqui compulsão pela comida, pela qualidade, pela perfeição, pelo sexo, pela atenção e amor... o resto é consequência. Esse filme que consta da lista de “Filmes que são uma delícia” no blog Cozinha da Meg Mamede, trata-se de um filme inspirado em outro filme, o sul coreano “301 / 302” de Park Chul-soo (1995). Outra coisa que não há consenso entre os sites que falam de cinema é classificar o gênero dos filmes, acho que fazem isso olhando a capa sem assistir ao filme, é o caso deste, que aparece em alguns sites como gênero policial, quando na verdade trata-se de um tremendo drama. A versão canadense apesar de não ser uma grande produção aborda muito claramente questões como anorexia e outros dramas da vida, paralelamente a obsessão de uma tresloucada, e até certo ponto doce, aspirante à apresentadora de programa de cozinha. Assista e tire suas próprias conclusões.


31/07/14 - Agora uma dica de cinema pra quem quer conhecer um pouco mais do universo do Uísque (o primo distante da nossa Cachaça) e transitar de um drama realista para uma comédia. O filme "A parte dos anjos" de Ken Loach (2012), vencedor do Prêmio Robert Bresson do Festival de Cinema de Veneza em 2012, pode surpreendê-lo.


04/08/14 - O livro "Os caçadores de frutas: uma História de Natureza, Aventura, Comércio e Obsessão" (original The fruit hunters) de Adam leith Gollner deu origem ao filme com mesmo nome dirigido por Yung Chang (2012) e conta com Bill Pulman no elenco. No livro o autor relata ter se encantado com a enorme diversidade de frutas que viu e provou em uma visita ao Brasil e por isso, decidiu fazer um verdadeiro mergulho no mundo das frutas. Colaborador de revistas especializadas em alta gastronomia e do jornal The New York Times, Gollner analisa, no livro, as frutas que consumimos e explica o motivo disso, englobando razões científicas, econômicas e estéticas. O livro traz 12 reportagens divididas em quatro temas: natureza, aventura, comércio e obsessão. Retrata ainda como as frutas são criadas, produzidas e comercializadas, e chega até mesmo ao submundo das frutas inacessíveis, raras, ignoradas ou proibidas no Ocidente. Para compor o livro, o autor foi até a ilha de Bornéu, na Indonésia, para provar o fedorento durião e conheceu gente que se alimenta apenas com frutas, entre outras curiosidades e aventuras que vivenciou. (Mais uma dica do Cozinha da Meg Mamede).


10/10/14 Ontem assistimos em italiano o filme "Pranzo di Ferragosto", título em português "Almoço em agosto" de Gianni Di Gregorio (2008, Itália). Uma comédia prosaica e sensível. Ao longo do filme desfilam algumas receitas da culinária italiana, no melhor estilo culinária afetiva ou confort food, expressão utilizada para falar sobre a cultura da culinária familiar... Sarde in Saor, Spaghetti al Pesto Pantesco, Zucca Gialla in Agrodolce, e muito vino bianco.Sinopse: É o feriado de 15 de agosto na Itália que dá nome ao filme, trata-se de um dos mais antigos do mundo Na antiquidade celebravam o fim da colheita, como o dia de descanso dos lavradores, sendo chamado de Consualia, em homenagem ao deus Conso, o protetor da agricultura. Depois foi rebatizado de Augustali, em homenagem ao imperador Otávio Augusto, daí seu nome derivado do latim feriae Augusti (feriado de Augusto). Em 1950 o papa Pio XII determinou que a Assunção de Maria fosse comemorada no dia 15 de agosto , adicionando um importante sentido religioso ao antigo feriado. Na tradição culinária italiana, o costume é de não cozinhar neste dia, assim os alimentos são pré preparados, geralmente usando pratos com vegetais, peixes e massas com molhos frios.


10/10/14 - Outra dica, agora para rir é a pelí espanhola "Fuera de Carta", título em português "À moda da casa" de Nacho Velilla (2008) com um ator espanhol Javier Cámara que gosto muito e que é conhecido por aqui por filmes como "Fale com ela", "A vida secretas das palavras", "Má educação", "Paris, te amo", etc. Esse filme também faz parte da lista de "Filmes que são uma delícia" do blog Cozinha da Meg Mamede.




11/08/14 "Lemon Tree" do diretor Eran Riklis (Israel-França-Alemanha, 2008) um filme tocante e atualíssimo que você pode assistir na íntegra com legendas em português visitando "Filmes que são uma delícia" no blog Cozinha da Meg Mamede. O filme conta com ator palestino Ali Suliman que entre alguns filmes conhecidos dos brasileiros estão "Paradise now" (2005) e "O reino" (2007). Sinopse: Salma, uma palestina viúva, vive do pomar de limões que possui na Cisjordânia, criado pelo pai dela 50 anos antes. Ao longo de toda a sua vida, ela regou, cuidou, tratou dos limoeiros. O pomar fica exatamente junto à fronteira com Israel. Um dia, mudam-se para a bela casa do lado israelense o próprio ministro da Defesa do país, Israel Navon (Doron Tavory), e sua mulher Mira (Rona Lipaz-Michael). O serviço secreto israelense decide que é preciso botar abaixo os limoeiros, para garantir a segurança do ministro. Salma decide resistir como for possível. Davi contra Golias, como citará, explicitamente, o advogado a quem Salma vai recorrer, Ziad Daud (Ali Suliman).




16/08/14 - Tem muita coisa boa pra ver mas que não chega no Brasil por falta de distribuição (o que está diretamente ligada ao público), talvez em algum festival ou mostra em circuitos não comerciais é possível assistir à pérolas como esta, um dos filmes que faz parte da nossa lista de "Filmes que são uma delícia". Filme Restaurante Gaivota (Kamome shokudô) (2006) do diretor Naoko Ogigami 104 min - Comedy | Drama - Japão - Finlândia - Sinopse: Sachie é uma japonesa morando em Helsinki, Finlândia, que, sem ajuda de ninguém, montou um restaurante para servir comida japonesa. Entretanto, seu restaurante não tem fregueses. Eventualmente, um jovem finlandês, fã da cultura nipônica, entra para tomar um café, tornando-se o primeiro cliente fiel. No decorrer do filme, o restaurante vai aos poucos conquistando novos clientes, e as japonesas fazem mais amigos entre os finlandeses.



27/08/14 - Filme que verei hoje "Pressure Cooker" documentário de 2008 de Mark Becker and Jennifer Grausman (EUA). Na Filadélfia, estudantes do ensino médio de escolas públicas participam de uma competição cujos prêmios são bolsas para universidades, no valor de $1000 a $80,000, inclusive bolsas integrais em algumas das melhores escolas de culinária dos EUA, uma verdadeira panela de pressão. Esse documentário se passa na aula da respeitada professora Stephenson. O projeto continua, no site do Pressure Cooker é possível saber o que aconteceu com alguns alunos cinco anos depois e um pouco mais de suas histórias.



02/09/14 - "Recipe - A film on dementia" de Eric Khoo (Cingapura, 2013) é um filme terno e tocante sobre uma doença silenciosa que acomete muitos idosos mundo afora. O telefilme que estreou no Canal 8 da TV de Cingapura em setembro de 2013, foi realizado sob encomenda do Conselho de Promoção de Saúde daquela Cidade Estado e traz uma abordagem realista e humana a partir das memórias e história de mãe e filha, ambas envolvidas com a culinária local (tradicional e moderna) e que servirá de elo de ligação entre as duas. Se você ficou interessado em ver o filme, não disponível no Brasil, assista-o na íntegra com legendas em inglês clicando no link "Filmes que são uma delícia" lá no nosso blog. 



10/09/14 - O filme francês "Barbecue" de Eric Lavaine chegou aos cinemas europeus em abril deste ano, agora é esperar se dará as cara por aqui. Trata-se de uma comédia estrelada entre outros por Franck Dubosc e Florence Foresti e conta a história de Antoine, interpretado por Lambert Wilson, que teve um ataque cardíaco no dia do seu 50 º aniversário. Agora ele deve "ter cuidado" com tudo, mas ele que sempre foi muito preocupado com sua saúde ao longo de sua vida, com a família e com amigos, vai adotar um novo regime e mudar seu modo de vida. Churrasco, crise de meia idade e laços de amizade à mesa com cinema francês.




12/09/14 - Filmes como esses nem chegam por aqui, o trailer é engraçadíssimo. "Truffe" de Kim Nguyen (Canadá, 2008). O humor negro do filme pode ser notado de cara, o enredo explora uma lei simples que norteia a economia mundial há anos "a lei de oferta e da procura"... Imagine o que acontecerá quando trufas negras, ouro negro para a culinária, começa a brotar aos montes em Montreal. Por causa do aquecimentoglobal as temperaturas aumentaram e trouxeram consequências inesperadas, a primeiro delas: o surgimento repentino de Montreal como a capital das trufas negras do mundo, pequenos pedaços saborosos que brotam aos milhares nas profundezas da terra. Tudo o que precisa ser feito é ir buscá-las. É riqueza instantânea para todos, particularmente para Charles - interpretado por Roy Dupuis - o maior caçador de trufas de todos eles, um homem abençoado com um nariz tão sensível que sente o cheiro das trufas a distância e as traz a partir da pequena mina de trufa sob seu apartamento. Mas a riqueza oriunda dessa atividade é de curta duração, a inundação repentina de trufas faz com que os preços despequem fazendo com que os mineiros iniciem uma luta. Com um enredo insólito e argumentos baseados na economia de mercado, o filme é um achado. 


16/09/14 - "Brasil Orgânico" é um documentário de Kátia Klock e Lícia Brancher (2013), com consultoria técnica do engenheiro agrônomo João Augusto de Oliveira, sobre a cadeia de alimentos orgânicos, do produtor ao consumidor. Uma viagem pelos biomas contando histórias de pessoas, lugares e ideais de vida. O roteiro percorre as regiões brasileiras, a diversidade de ecossistemas, paisagens e culturas. Da fruticultura no interior de São Paulo à pecuária no Pantanal, da agricultura familiar no norte de Minas Gerais e em Santa Catarina ao extrativismo na Floresta Amazônica. O associativismo, as feiras agroecológicas, o consumo consciente. Do campo à cidade, a produção de alimentos e a relação do homem com a terra. Brasil Orgânico faz parte da lista de “Filmes que são uma delícia” em nosso blog com link para assistir online. 


22/09/14Para os amantes do café o Cozinha da Meg Mamede sugere o documentário OURO NEGRO - ACORDE E SINTA O AROMA DO CAFÉ (BLACK GOLD - WAKE UP AND SMELL THE COFFEE). Grã-Bretanha, 2006, 78 min de Marc Francis e Nick Francis. Exibido no Slow Filme 2014 que aconteceu neste mês em Pirenopolis-GO. Sinopse: Empresas multinacionais de café dominam uma indústria que vale mais de US $ 80 bilhões e fazem do produto a segunda mais valiosa commodity do mundo, depois do petróleo. Ao mesmo tempo, o preço pago aos produtores de café continua tão baixo que muitos são obrigados a abandonar as lavouras cafeeiras. O filme acompanha a luta de Tadesse Meskela, um produtor etíope que tenta salvar da falência 74 mil produtores de café da Etiópia. Ele cumprirá uma jornada de Londres a Seattle em busca de um preço justo para os agricultores. (Prêmio de melhor realização no British Independent Film Award).


28/09/14 - O documentário "Ces Fromages qu'on assessine" mostra as dificuldades que os pequenos produtores de queijos artesanais franceses enfrentam para sobreviver em um mercado cada vez mais industrializado. Cada queijo está associado a uma região, e cada região é uma trincheira metal, às vezes conflitante. Mas há queijos e queijos. Nos supermercados apareceu a comida padronizada, queijos higienizados produzidos em massa nas fábricas. No filme, em formato de um road movie, o diretor Perico Legasse e o escritor Erik Svensson, jovem sueco de origem francesa, nos guiam pelos bastidores desta "guerra de gostos e sabores", o coração de um conflito entre gourmets, produtores tradicionais e industrias. (no blog em "Filmes que são uma delícia" você encontrará um link pra ver o filme online em francês).


06/10/14 - O filme holandês Het Diner, em português "O Jantar" de Menno Meyjes (2013, Holanda) é baseado no best seller homônimo de Herman Koch e está presente na 38a. Mostra Internacional de Cinema de São Paulo que acontece de 16 a 29/10/14. Durante um jantar num restaurante chiquerrímo dois casais discutem o futuro de suas famílias e até onde iriam para protegê-las, ocultando um crime chocante. Dica para quem gosta de um bom suspense, um verdadeiro drama psicológico.


07/10/14 - Hoje o Cozinha da Meg Mamede recomenda o filme sul coreano "Le Grand Chef 2: Kimchi Battle" de Baek Dong-Hun (2010), quem assistiu ao primeiro "Le grand Chef" (2007) um drama cheio de humor vai gostar deste também. O filme tem como estrela o prato mais famoso das Coréia(s) o kimchi, e suas variações, em uma disputa de Estado entre Coréia e Japão. Veja o filme online com legendas em inglês em "Filmes que são uma delícia" no nosso blog. 


08/10/14 - Um dos filmes que faz parte do Tóquio Gohan Film Festival é o filme alemão "Omamamia" de Tomy Wigand (2012) e conta em seu elenco com Marianne Sägebrecht que fez "Bagda Café" e o ator italiano Giancarlo Giannini, bem conhecido dos brasileiros. O filme é uma comédia engraçadíssima que se passa em sua maior parte na cidade de Roma.


08/10/14 - Agora a dica vem da Ásia, uma produção de 2013 (Coréia do Sul / Tailândia) Fa-i-neol Re-si-pi (Final Recipe) de Gina Kim, um drama para entrenimento... jovem quer ganhar um reality show de gastronomia para salvar restaurante do avó, que por sua vez quer que o menino siga para universidade cursar engenharia. Um embate entre duas gerações, recheado de emoções. O filme participou de vários festivais e mostras pelo mundo e esteve presente também na edição de 2013 da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo.


08/10/14 - Da Ásia para o Oriente Médio, agora é a vez do diretor australiano Trevor Graham fazer um filme divertido para tratar de uma temática tão atual, mas espere um momento... ele não quer falar da guerra que há anos se estende no Oriente Médio,ele trata da guerra na cozinha pela autoria e patrimônio do hummus (pasta de grão de bico como a conhecemos aqui).  "Make Hummus Not War" é um filme divertido, uma viagem bem humorada do diretor por bares e cozinhas que fazem receitas de "hummus" em Beirute, Tel Aviv, Jerusalém e Nova York. Ao longo do caminho ele encontra a decana da culinária do Oriente Médio Claudia Roden, fanáticos, colonos judeus, personagens bíblicos, ativistas políticos, produtores agrícolas de grão de bico, romancistas e Sheiks, para quem o hummus é uma obsessão quase religiosa. Para Trevor Graham "Hummus e grão de bico são um símbolo de nossa humanidade comum ... " ele fez este filme para dizer 'Nós temos mais em comum do que nos divide"


***

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Recebemos seu comentário logo ele será publicado. Obrigada pela visita!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...