domingo, 17 de agosto de 2014

Nhoque de batata um dos meus pratos preferidos.

(Nhoque de batata com molho ao sugo - Foto: Rogerio C. Oliveira)

No filme “Simplesmente Martha” original Bella Martha, de Sandra Nettelbeck (2001) a chef Martha se vê incomodada por ter que dividir “sua” cozinha, na verdade cozinha do restaurante onde trabalha com o chef Mário, italiano que chega para mudar a rotina e a vida da pragmática e perfeccionista personagem. Mas por que estou falando sobre isso no meu post de nhoque? Ora, porque em dado momento no filme, Frida, a proprietária do restaurante resolve inserir no cardápio do restaurante uma receita de nhoque do chef italiano, o que acaba por irritar Martha especialista em pratos requintados. Mas ao final, como não ceder aos encantos da comida e da cultura italiana. Pra saber mais tem que assistir ao filme, não vale ver “Sem reservas”, original No reservations, de Scott Hicks (2007) antes, porque este é uma refilmagem do filme alemão de 2001 e não tem o mesmo charme.

Quanto ao meu nhoque (gnocchi em italiano), ele é um dos pratos que aprendi a saborear e fazer ainda menina com a D. Vilma, mãe das minhas amigas de infância Sueli, Sandra e Simone. De lá pra cá já fiz e refiz o prato muitas vezes, diferente da D. Vilma e da muitas mamas pelo mundo afora, inclusive minha sogra, eu não disponho a massa na mesa para cortar, eu uso uma nhoqueira de polipropileno e corto o nhoque direto na água fervente.

Esse é um daqueles pratos fáceis de fazer e que geralmente agrada a todos (ou quase todos, meu pai não gostava), mas minha mãe e irmã amam de paixão. O segredo é usar batata e trigo novos e de boa qualidade e não economizar no carinho na hora de prepará-lo.

Agora à receita...

Ingredientes:

Massa
1,5 k de batata (descascadas e cozidas com um pouco de sal)
1 ovo
300 g de farinha de trigo peneirada
Sal a gosto

Molho ao sugo
2 latas de tomate pelado
Azeite de oliva
3 dentes de alho
½ cebola bem picada
Manjericão
Pimenta moída na hora a gosto
Sal a gosto
Queijo parmesão ralado

Modo de preparar:

Cozinhe as batatas até o ponto de amassar para fazer um purê, utilize um espremedor de batatas sobre uma vasilha grande, terminado de espremer todas as batatas acrescente o ovo (quebre-o antes em outro recipiente para não correr o risco de perder a batata caso este não esteja bom) e misture com as mãos, prove pra sentir o sal, se necessário coloque um pouco mais, vá acrescentando o trigo aos poucos até a massa adquirir uma consistência firme, mas não muito rija, para que ao ser cozido o nhoque fique macio, experimente um pedacinho da massa para corrigir o sal, se necessário. Enquanto prepara a massa, coloque uma panela com água e umas gotas de óleo para ferver.  Terminado a massa e água estando bem quente, encha a nhoqueira com a massa, coloque-a com cuidado sobre a borda da panela certificando-se que as hastes (pernas na nhoqueira) estão bem posicionadas, daí vá apertando a parte superior da nhoqueira e cortando com a pazinha os nhoques no tamanho que deseja, de maneira que fiquem uniformes. Repita a operação até terminar a massa.  À medida que eles sobem vá escorrendo-os e reservando-os. O ideal é que prepare o molho (de sua preferência) antes de cozinhar o nhoque, para que possa servi-lo ainda quente. 

Quanto ao molho ao sugo não tem segredo, você pode fazer o molho de tomate em casa ou usar duas latas de tomate pelado (os de procedência italiana são melhores) para fazê-lo. Refogue o alho e a cebola no azeite, em seguida acrescente os tomates pelados (cortados bem pequenos) e deixe refogar um pouco, coloque uma colherzinha e açúcar (para tirar um pouco da acidez que molhos com tomate geralmente apresentam), depois coloque manjericão, pimenta moída na hora (opcional) e sal a gosto, deixe apurar um pouco em fogo baixo. Feito isso é só servir seu nhoque com molho e um pouco de parmesão.

Dica: Se você não tiver uma nhoqueira de polipropileno ou aquela de inox parecida com um espremedor de batatas, faça a massa numa superfície lisa, limpa e polvilhada de trigo onde você possa cortar os nhoques, neste caso o ponto da massa tem que estar um pouco mais duro, com mais trigo, para que você possa fazer pequenas tiras com as mãos girando para que fiquem arredondadas ou chatinhas e cortá-las sem que grude tudo ou desmanche.  

Tempo de preparo: 1 hora

Rendimento: 6 pessoas

Dificuldade: Fácil


***


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Recebemos seu comentário logo ele será publicado. Obrigada pela visita!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...