segunda-feira, 7 de julho de 2014

Salmão ao molho de maracujá, peixe provavelmente produzido no Chile que chegou à minha mesa num voo da Latam*.

(Salmão ao molho de maracujá - Foto: Meg Mamede)

Acabo de descobrir que o salmão que consumimos não é um peixe selvagem, e sim um produto oriundo de criadouros chilenos. Que aquela bonita cor é artificialmente produzida através da adição de carotenoides (astaxantina e cantaxantina) à ração dos peixes.  Que os salmões passam por um processo artificial que simula o que a natureza selvagem realiza, mas em menor tempo. Chocante eu diria, mas não menos saboroso se bem preparado. Saiba que o meu, o seu salmão (a não ser que você se exija denominação de origem e tenha certeza que o seu peixe é um legítimo selvagem pescado no Alaska) nasce a partir da fertilização artificial, começando sua vida na água doce para depois da primavera – artificial – forjada com a variação da luz de lâmpadas, estar pronto para ir para o mar, e que esse transporte é feito por meio de caminhões ou, até mesmo, de helicópteros. Do mar, o salmão segue para a linha de processamento industrial, para em seguida ir para os supermercados, restaurantes e finalmente para o nosso prato.

Muito encontramos na internet sobre as vantagens e desvantagens do peixe criado em viveiros (assim como outros alimentos necessários para boa alimentação), contudo se pensarmos na crescente demanda por alimentos no mundo, talvez essa seja uma boa saída para atender um maior número de pessoas barateando custos, porém não podemos e nem devemos abrir mão do respeito pela natureza, do comércio justo, da sustentabilidade e ética nos processos envolvidos nessa cadeia.

Mas voltemos ao nosso peixe, hoje trago a receita de salmão assado servido com molho de maracujá e mel, que pode ser substituído por molho de laranja ou abacate (receitas que trarei outro dia).

Ingredientes:

4 postas de Salmão
4 batatas (cortadas em pedaços grandes)
2 dentes de alho
1 cebola pequena (bem picada ou se preferir ralada)
Alecrim
Pimenta moída
Azeite de Oliva
Sal (a gosto)
1 colher (de sopa) de suco de limão
2 maracujás
1 colher de mel
1 colher de margarina
Papel alumínio

Modo de Preparar:

Junte o alho picado ao alecrim, o sal, o limão e a pimenta e tempere o peixe, deixe descansar por uns 25 minutos. Depois enrole todas as postas em uma única folha papel alumínio (ou aqueles sacos próprios para assar) fazendo uma trouxa e regue com uma boa quantidade de azeite de oliva colocando-as no centro de um marinex ou forma, depois disponha as batatas cortadas ao redor da forma com um pouco de azeite para não grudar e um pouco de sal, em seguida leve ao forno preaquecido a 180oC por uns 20 minutos, depois tire o papel alumínio e retire com uma colher o excesso de azeite, deixe por mais uns 10 minutos cuidando para que o peixe não queime e que as batatas estejam macias.

Molho de Maracujá:

Retire o caldo do maracujá com semente e reserve (se preferir coe o suco antes para não servir com as sementes).  Derreta a margarina e adicione a cebola picada ou ralada, refogue até ficar transparente (uns três minutos). Coloque em seguida o suco de maracujá e o mel e misture bem, deixe ferver por algum tempo até reduzir.  Prove o molho, se o sabor estiver muito azedo acrescente uma colher (de café) de açúcar para retirar um pouco a acidez.

Dica: Sirva com arroz branco e vinho de sua preferência.

Tempo total de preparo: 1 hora

Rendimento: de 2 a 4 pessoas

Dificuldade: Fácil


*Latam: Companhia aérea formada pela chilena LAN e pela brasileira TAM, que em setembro de 2013, transportou 1.673 toneladas de salmão para o Brasil. (saiba mais aqui)


***

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Recebemos seu comentário logo ele será publicado. Obrigada pela visita!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...