quarta-feira, 16 de julho de 2014

O mundialmente conhecido estrogonofe.

(Estrogonofe de carne bovina - Foto: Rogério Cesar de Oliveira)
No livro “Um presente para jovens donas de casa” (em russo Подарок молодым хозяйкам) de Elena Molokhovets o estrogonofe era apresentado em sua receita, originalmente russa, composta de cubos empanados de carne num molho de mostarda e um caldo de legumes (bouillon) finalizado com uma pequena porção de creme azedo (sour cream), sem cebolas ou cogumelos adicionados posteriormente ao prato. Passado alguns anos a receita sofreria adições de cebola e extrato de tomate sendo servida também com batatas-palito, muito utilizadas na decoração da culinária russa.

Com ou sem alterações a verdade é que o estrogonofe é um das receitas russas mais conhecidas no mundo.  Nos idos dos anos 50 o prato já era popular na China, e seria difundido por chineses e até norte-americanos. Na França o prato herdaria os champignons e chegaria à vedete num dos mais prestigiados restaurantes franceses, o Maxim’s, com o passar do tempo ele perderia o status de sofisticado alcançando popularidade mundial. (Fonte: wikipédia)

Aqui no Brasil surgiram as variações com frango e camarão, porém a mais preparada é a versão com tiras de carne bovina, acompanhada de arroz e batata palha.

Agora à receita...

Ingredientes:

3 colheres (sopa) de manteiga ou margarina
1 colher de azeite (para carne)
600 g de carne em tiras (filé mignon, contra filé ou alcatra)
1 cebola grande picada (ou ralada se preferir)
Pimenta moída na hora
½  xícara (chá) de conhaque
200 g de champignons em conserva fatiados
2 colheres (sopa) de catchup (pode ser trocado por noz moscada moída)
1 colher (sopa) de mostarda (opcional)
200 ml de creme de leite ou creme se soja
Sal a gosto

Modo de Preparar:

Em uma frigideira grande coloque a manteiga e o azeite e doure a carne, vá colocando as tiras aos poucos e em fogo alto para selar e não juntar suco (não tampe a panela para não abafar e cozinhar a carne), feito isso reserve. Na mesma frigideira coloque um pouco mais de manteiga para refogar a cebola, depois junte novamente a carne, tempere com o sal e a pimenta-do-reino. Use o conhaque para flambar* a carne deixando a frigideira aquecer mais e inclinando-a levemente para que o conhaque incendeie e o álcool evapore. Depois lave os champignons cortados para retirar a água da conserva e adicione-os ao preparo, caso vá utilizar o catchup (ou ketchup) e a mostarda adicione-os nesta etapa misturando-os bem. Abaixe o fogo, tampe a panela e deixe por cinco minutos aproximadamente para em seguida incorporar delicadamente o creme de leite ou soja (se optar pela noz moscada, ao invés do catchup e mostarda, acrescente-a juntamente com o creme de leite) não deixe ferver, desligue o fogo antes. Sirva em seguida com arroz branco e batata palha.

Dica: Na minha receita troquei o catchup e mostarda por noz moscada e servi num combinado com arroz, batata palha e salada.

*Flambar vem do francês flamber, que significa "passar pela chama" e consiste na técnica de incendiar os alimentos com bebidas alcoólicas. Desse modo, o álcool evapora e obtemos apenas o aroma da bebida usada.

Rendimento: 4 pessoas

Tempo de preparo: 30 minutos

Dificuldade: Facílimo


***

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Recebemos seu comentário logo ele será publicado. Obrigada pela visita!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...