terça-feira, 1 de julho de 2014

De cozinheira e feiticeira toda mulher tem um pouco.



A cozinha está presente na vida de todo mundo, uns só a veem como o local onde a comida é preparada para em seguida preencher suas mesas e estômagos, outros, desde muito cedo compreendem que esse é o lugar mais sagrado da casa onde a alquimia dos ingredientes pode proporcionar uma experiência única e inesquecível.

Desde menina experimentei certo encantamento com a cozinha, especialmente porque sendo filha mais velha cabia a mim, muitas vezes, preparar a comida para os demais. Na infância o encontro era ao redor do fogão de lenha das minhas avós. Hora de comer aquela comida caseira que só as avós sabem preparar, com todos seus segredos e a lentidão do fogo à lenha.

Sempre observei os alimentos, me lembro da minha avó e mãe depenando galinha caipira e de quando matavam um porco e eu ajudava a virar a tripa para fazer linguiça. Mas lindo mesmo era ver minha vozinha fazendo pamonha, ralando o milho para depois ensacá-lo em folhas de caeté, tudo era mágico e delicioso. Nunca me esqueci do pudim de pão velho e do nhoque da D. Vilma, tão pouco do pudim de mandioca e do frango a dorê que minha mãe fazia com louvor.  Tudo isso feito com muito carinho, esse é o encantamento da cozinha, o preparar com afeto e delicadeza.

Por enquanto só falei das cozinheiras, mas essas mesmas podem, e, enfeitiçam. São elas também feiticeiras. Existe um ditado que diz que “uma mulher pode ganhar um homem pelo estômago” e é verdade, mas não só ele, ela pode conseguir um séquito de amigos e admiradores que seduzidos por aromas, cores e sabores saem encantados e felizes de qualquer reunião onde haja comida preparada com bons ingredientes, criatividade e uma boa dose de afetividade.

Dia desses estava na Livraria Cultura na seção de gastronomia e me deparei com um livro fantástico (como diria Edgar Allan Poe) cujo título já diz tudo “As Receitas Amorosas de Uma Feiticeira - O Diário Mágico de Brigitte Bulard-Cordeau”. Fiquei ali lendo o livro por um bom tempo, um primor de publicação com uma proposta editorial que nos ganha pela beleza, e cujo melhor ingrediente é sem dúvida seu conteúdo.  De maneira inteligente e porque não dizer lúdica a autora mistura botânica, história e curiosidades num caldeirão efervescente onde, aperitivos, entradas, pratos principais, sobremesas e bebidas são verdadeiras poções do amor.

 O livro foi lançado em 2011 no Brasil pelas Editoras Senac e Boccato e é item obrigatório para quem gosta de uma boa leitura e um bom prato!

(Na foto: Receita de Frango com prímulas do livro
"As Receitas Amorosas de Uma Feiticeira - O Diário Mágico de Brigitte Bulard-Cordeau") 

Livro: As Receitas Amorosas de Uma Feiticeira - O Diário Mágico de Brigitte Bulard-Cordeau.


Sinopse: Desde a Idade Média as feiticeiras manipulavam ervas medicinais, prestavam serviços espirituais e preparavam magias para conquistas amorosas. Muitas mulheres foram condenadas à fogueira por conseguirem transformar poucos ingredientes em deliciosos e apetitosos manjares. Neste livro, Brigitte, a feiticeira, revela muitas das receitas de seu livro de magia do amor. Uma edição belíssima, que não deve deixar de fazer parte da biblioteca dos amantes da gastronomia refinada.

***

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Recebemos seu comentário logo ele será publicado. Obrigada pela visita!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...