quarta-feira, 16 de julho de 2014

A Sétima Arte, como não se alimentar dela.

(Foto Meg Mamede)

Cinema é um alimento para alma, desde criança gosto de ver um bom filme e de preferência em boa companhia. Naquela época a companhia era do meu pai para ver aqueles westerns macarrônicos. Anos depois minha estreia na telona seria em grande estilo, fui ver num dos cinemas da minha cidade natal “Contatos imediatos do terceiro grau” de Steven Spielberg (1978), saí do cinema num misto de encantamento e terror. Naqueles anos o cinema seguido de pastel e suco era tudo que esperávamos para o final de semana. De lá pra cá vi muita coisa, hoje continuo vendo e revendo boas e saudosas produções junto do meu marido.

Além do cinema ser uma janela para o mundo e para o conhecimento, ele é também é uma janela para o estômago, basta observarmos a quantidade de produções que têm a comida sempre presente e em algumas delas até como protagonistas na trama, já as cenas ao redor da mesa é algo comum em quase todos os filmes. Quem não ficou morrendo de vontade de comer um pedaço de chocolate ao ver a “Fantástica Fábrica de Chocolate” de Mel Stuart (1971)? Eu me lembro da minha mãe fazendo chuva de chocolates pelo vitrô da sala que dava direto para o sofá onde eu e meus irmãos assistíamos vidrados ao filme que passava pela primeira vez na sessão da tarde. Como esquecer a tocante fala de Scarlett O´Hara (personagem de  Vivien Leigh em “O Vento Levou “, 1939) numa das cenas mais famosas de Hollywood  "mesmo que tenha de mentir, enganar, roubar ou matar, Deus é minha testemunha que nunca mais passarei fome”. Outro filme brilhante no quesito sedução e que tem na comida seu maior aliado é a produção mexicana “Como Água para Chocolate” de Afonso Arau (1992).

Pois bem, muitos são os filmes capazes de nos remeter a doces lembranças, muitas são as produções com cenas de encher os olhos de beleza e a boca de água. Então se você é como eu, apreciador do bom cinema e da boa mesa eu recomendo dois livros que tratam do assunto com graça e muito sabor: “O Cinema vai à mesa” e “Jantares de Cinema”

Boa leitura!


Livro: O Cinema vai à mesa - Histórias e Receitas

Autor: Rubens Ewald Filho e Nilu Lebert

Editora: Melhoramentos

e

Livro: Jantares de Cinema – Receitas dos seus filmes favoritos

Autor: Becky Thorn

Editora: Gutenberg

***

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Recebemos seu comentário logo ele será publicado. Obrigada pela visita!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...